por emma sarpentier
A Venezuela sob um regime comunista é o único país onde leite, farinha ou arroz são traficados como se fossem drogas, enquanto o ditador cubano Raul Castro recebe e lucra com o petróleo e as reservas naturais expropriadas de todos os venezuelanos. Em nosso país, as pessoas se matam por um quilo de farinha, por um litro de leite e onde as pessoas até mesmo brigam entre si por um saco de lixo em busca de comida.

Quando Nicolás Maduro chegou ao poder na Venezuela, o dólar norte-americano estava cotado a 16,00 bolívares fortes. Hoje sua cotação está em 16.000,00 bolívares fortes. O chavismo representou e representa o roubo do dinheiro e do futuro dos venezuelanos, e afunda o país cada vez mais em uma crise sem fim.  O regime não tem desculpas, todas as semanas promete medidas econômicas que nunca resolvem nada. Sem jamais assumir a responsabilidade, o narcotraficante Nicolás Maduro limita-se a jogar a culpa em fatores externos que não têm nada a ver com a fome e escassez que sofremos.

Falta-nos energia elétrica e água, e estamos sem carne, sem açúcar, sem leite, sem farinha, sem tecnologia. E com uma inflação extrema que já ultrapassou a casa de 800% ao ano, ao mesmo em que o ditador narcotraficante se recusa a receber ajuda humanitária. O único responsável pela fome e pela miséria na Venezuela é Nicolás Maduro e sua gangue. Os venezuelanos precisam enfrentar até dez horas em filas para tentar comprar, farinha, leite, açúcar ou frango. Muitas vezes, após longas horas de espera numa fila, o venezuelano encontra as prateleiras do supermercado vazias. Andar pela rua com um saco de farinha ou um recipiente com leite representa um risco, pois a pessoa pode até mesmo ser morta por estar de posse de um bem tão valioso. 

Ao restringir a liberdade na produção e no mercado de alimentos, o chavismo fez aumentar a dependência do povo em relação ao estado comunista, uma vez que o estado passou a exercer um grande monopólio sobre gêneros alimentícios. Há poucos dias Nicolás Maduro afirmou:

Mesmo que chova, ou caiam relâmpagos, alcançaremos a paz econômica, a prosperidade e a estabilidade de preços. Eu quero fazer isso pelas boas vias, mas se eu precisar fazer isso pelas vias más e precisar me tornar um ditador para garantir os preços às pessoas, eu farei.

O objetivo do regime é perseguir e prender aqueles comerciantes a quem Nicolás Maduro acusou de inflar o custo dos produtos e de serem os responsáveis pela escassez e pela explosão da inflação. Os venezuelanos são obrigados a ter seu Cartão da Pátria*, que serve como mais um instrumento de controle social. Recentemente o ministro da Economia e Finanças, Ramón Lobo, informou que as pessoas poderão retirar os sacos e caixas de alimentos dos Comitês Locais de Fornecimento e Produção (Clap) utilizando o Cartão da Pátria. E afirmou que esta medida faz parte das ações empreendidas pelo governo para enfrentar a guerra econômica.

Essa iniciativa já havia sido informada pelo ditador Nicolás Maduro em maio passado, quando ele detalhou que o cartão da pátria também poderia ser usado para o pagamento eletrônico dos produtos Clap. Dentre estes produtos, estão os sacos de comida fornecidos pelo regime, nos quais podemos encontrar um suposto “leite” que não passa de uma mistura de farinha gordurosa e salgada que simula muito bem o sabor do leite. No entanto, essa mistura não fica homogênea e tem provocado diarreia em bebês e crianças, com risco de causar morte.

As pessoas com fome farão qualquer coisa para comer, o que significa que aqueles que controlam a comida podem usar isso para seu proveito. O regime chavista usa os alimentos como um arma para a redução seletiva da população. Enquanto os venezuelanos comem do lixo e até matam cães para ingerir alguma proteína, a falsa oposição encontra-se na República Dominicana para continuar dialogando com nossos carcereiros.

(*) Nota do Editor: Equivalente a um cartão de bolsa alimentação no Brasil.

Emma Sarpentier é venezuelana, dirigente do movimento de resistência Rumbo a Libertad e colaboradora do Crítica Nacional em Caracas. Edição de texto de Paulo Eneas.
#Critica Nacional #TrueNews

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O grande problema é a imbecilidade dos aspirantes ao Poder através da hierarquia estatal.
    Explico:

    – As idéias liberais surgiram apresentando uma análise moral do poder estatal e, na sequencia, explicando o quanto seria melhor econômicamente um sistema justo, ou moralmente equilibrado.
    .
    Assim ao contestar o Poder do Estado/governos (da hierarquia que o administra) as ideías liberais se opuseram ao status quo e com isso despertaram a ira dos estabelecidos no Poder e que do Poder sebeneficiavam.
    As ideias liberais se opunham ao arbítrio estatal econômico, ao protecionismo e aos elevados impostos tanto quanto as deliberações em favor de uns e outros arbitrariamente estabelecidas sob argumento de algum tipo de benefício a coletividade ou o que veio a ser “justiSSa social”.
    .
    Os que vieram a ser chamados conservadores SE OPUNHAM às IDEIAS LIBERAIS PORQUE SE QUERIAM MANTER NO PODER. De fato não admitiam que fosse reduzido o Poder do Estado sobre a sociedade.
    .
    Tendo estes encastelados no Poder Politico a supremacia do Poder econômico não foi dificil manipular o debate ao remunerar propagandistas e com isso o FOCO foi transmutado para uma MORAL UTILITARISTA onde penas se reivindicava o direito de propriedade sobre os meios de produção sob o argumento de que tal seria economicamente eficiente.
    .
    Isso se deu logo que surgiram as idéias marxistas sob a fantasia de um profetizado “comunismo”nunca explicado nos meios de se o alcançar.
    Esse Socialistas “científicos” que se opunham ao Socialismo assistencialista dos, então, conservadores FORJOU um antagonismo entre si (Socialismo “científico”) e o que chamou de Socialismo Utópico (dos conservadores) manipulando de tal forma os fatos a serem percebidos que conseguiu forjar uma NOVA OPOSIÇÃO “A TUDO ISSO QUE ESTA AÍ” ao denominar tudo que não fosse marxismo de um mistico histórico de “ACUMULAÇÃO CAPITALISTA”.

    Ou seja, algo que se pode entender como “colocar o bode na sala”. Afinal, qdo as idéias liberais surgiram contra o status quo e conquistaram sucesso de opinião, logo surgiu o “verdadeiro antagônico” do staus quo, que se intitulou Socialismo Científico como PROGRESSISTA e manter “tudo isso aí” foi alcunhado de CONSERVADOR.
    .
    Com essa JOGADA SOFISTA uniu FRAUDULENTAMENTE os tais Conservadores aos Liberais em oposição aos “progressistas” (do obscurantismo).
    Com isso as ideias liberais perderam o protagonismo e tudo girou entre os Conservadores utilitaristas defensores do Poder estatal e os “Progressistas” igualmente defensores do Poder estatal totalitário, igualmente em nome de uma compensação num futuro sem dada e incerto.
    .
    EXATAMENTE devido esse antagonismo fraudulento entre Conservadores e Progressistas que JAMIS se OUSOU DIZER A VERDADE:

    – Que o Socialismo É UNICAMENTE A DEFESA DO PODER TOTALITÁRIO da HIERARQUIA ESTATAL. Nada mais além disso.
    O Socialismo não defende pobres, nem trabalhadores e nem coisa alguma senão o PODER ABSOLUTO para a HIERARQUIA ESTATAL.

    É do interesse dos tais Conservadores manter o Poder arbitrário da hierarquia estatal, embora admitindo que a propriedade privada se ÚTIL para o desenvolvimento econômico. E SOMENTE ISSO DIFERENCIA CONSERVADORES e SOCIALISTAS:

    – Conservadores advogam o direito de propriedade com base exclusivamente UTILITARISTA, advogando a HEGEMONIA do Estado SOBRE a sociedade.

    Progressistas advogam o Poder totalitário dos Estado como MEIO (ideologia) de chegar a uma prometida igualdade e até mesmo, posteriormente, a um tal de “comunismo”, já propagandeado na mal lida UTOPIA de T. More..

    Esse é o grande problema: a disputa de UTILITARISMOS sem qualquer consideração sobre ética ou moral do Poder da hierarquia estatal sobre a sociedade.

    Daí que as idéias liberais foram desprezadas em nome desses UTILITARISMOS: Conservador e Progressista onde TODA A MUDANÇA de um para outro SIGNIFICA QUE TUDO FICARÁ A MESMA COISA.

    • o q conservadorismo tem haver com ideologia política? leia livros de autores conservadores antes de bostejar pelos dedos de algo q vc nem entende

  2. Que coisa ridícula.
    Impressionante ver que ONU e demais organizações internacionais, a começar pela de Direitos Humanos, não dão um pio sequer (mas quando uma bandidagem aqui no Brasil é morta pela Polícia, se metem a dar opiniões enviesadas).
    Com certeza o Maduro e sua tropa não passam necessidades.
    A Venezuela está realmente se transformando em uma Cuba. Sabemos que há muito mais coisas por trás de tudo isso, mesmo assim não deixa de ser lastimável.
    Os EUA nada farão. Óbvio, China e Rússia se oporão belicamente.

COMENTÁRIO: