A Pretensa Delação Seletiva de Geddel Vieira Lima

O site  O Antagonista informa, com garbo e satisfação indisfarçáveis, que Geddel Vieira Lima pretende delatar Michel Temer. Geddel foi membro dos governos petistas durantes seis anos, sendo três anos como ministro de Lula e três anos como vice-presidente da Caixa Econômica Federal sob o governo Dilma. Ele ocupou um cargo no governo de Michel Temer durante seis meses, de onde saiu após denúncias de corrupção. Geddel sempre foi defendido com veemência por Lula. Na semana passada a Polícia Federal apreendeu em seu apartamento cinquenta e um milhões em dinheiro vivo.

Que Geddel faça sua delação e entregue, com provas e de acordo com a lei, todos os que estiveram envolvidos nos crimes de corrupção que ele cometeu ao longo dos anos em que exerceu funções no governo. O que não faz sentido é o blog das sacripantas anunciar uma pretensa delação seletiva, com um claro viés político que mira unicamente o atual governo e tenta poupar e blindar os petistas.

Depois de endossarem a fracassada tentativa golpista via delação fajuta e ilegal empreendida pelos donos da JBS, Janot e Fachin, e que tanto prejudicou a economia do país, O Antagonista parece estar disposto a uma nova empreitada da mesma natureza, para ver o país mergulhar na crise, a economia retroceder e criar assim o ambiente propício para que alternativas radicais de esquerda possam se impor. O blog das sacripantas continua sendo, para todos os fins estratégicos que importam, o principal aliado das esquerda nacional.

Com a colaboração de Débora G. Portugal. CriticaNacional #TrueNews

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

COMENTÁRIO: