por paulo eneas
Duas imagens essa semana resumem as escolhas políticas que a grande imprensa já vem fazendo em relação às eleições presidenciais do ano que vem. A Revista Isto É traz na capa a imagem de Lula com aspecto de derrotado e de arrasado, e estampa a seguinte pergunta: você votaria em um condenado para presidente? Por sua vez, o Jornal O Globo publicou essa semana artigo destacando que João Doria pediu à população apoio ao juiz Sérgio Moro pela condenação de Lula. As duas imagens estão mostradas abaixo:



As duas capas sinalizam escolhas já feitas pela grande imprensa e que nós do Crítica Nacional já estamos antecipando há mais de um ano: Lula é cachorro morto do ponto de visto eleitoral, exceto por uma fraude nas urnas eletrônicas, como destacamos no artigo Condenação de Lula & O Fracasso das Mobilizações Petistas, publicado agora a tarde.

João Doria, por sua vez, a despeito de algumas rusgas iniciais com a militância petista que ocupa as redações dos principais jornais paulistas, será o candidato da grande imprensa para as próximas eleições. O jantar para empresários organizado pelos chefes das Organizações Globo há poucas semanas no Gávea Golf Club para apresentar o socialdemocrata tucano à elite empresarial carioca, e que retratamos em detalhes no artigo João Doria Em Pré-Campanha Presidencial No Rio De Janeiro, evidenciam que nossas análises de meses atrás estavam corretas.

O cenário político eleitoral de momento pode então ser resumido da seguinte forma: Lula, exceto por uma monstruosa fraude eleitoral, já está descartado há muito tempo e hoje não passa de um blefe ou de um espantalho conveniente para a socialdemocracia bater. Esta por sua vez já tem seu candidato e este é João Doria, razão pela qual ele começará a receber um tratamento gentil e generoso por parte da grande imprensa, exceto talvez por alguns nichos de jornalistas militantes petistas em algumas redações, como a Folha de São Paulo.

O segmento de autores e blogueiros liberais ou conservadores, que passou a ser difusamente identificado como uma suposta nova direita e que meses atrás anteviam um tratamento hostil por parte da grande imprensa contra o socialdemocrata tucano erraram em suas análises. Assim como erram aqueles que apostam na possibilidade de trazer João Doria para a direita.

A menos de um fato político novo e totalmente imprevisível, o prefeito paulistano será o candidato presidencial da socialdemocracia e do establishment político, e o tratamento generoso que vem recebendo especialmente das Organizações Globo é uma das evidências disso. Tudo transcorre, portanto, exatamente como nós do Crítica Nacional já havíamos antevisto há cerca de um ano, logo após o impeachment.

#CriticaNacional #TrueNews


APOIE O CRÍTICA NACIONAL
CLIQUE AQUI E FAÇA SUA ASSINATURA OU DOAÇÃO


 

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de ver o almofadinha esculhambar todos os políticos, de todos os partidos, que merecem ser esculhambados.
    Praticamente todos!
    Será que ele perceberia que está no lugar errado na hora errada.
    Que fazes aí no meio desse chiqueiro, playboy?
    Sujeito honesto foge do ambiente asqueroso que impera na política, desde sempre e o brazyu é o supra sumo no que há de pior na política mundial…

    sanconiaton

COMENTÁRIO: