por emma sarpentier
Uma coalizão formada por militares, policiais e civis promoveu uma revolta no início dessa noite de terça-feira em Caracas, capital da Venezuela. A revolta ocorreu logo após o ditador Nicolás Maduro ter literalmente declarado guerra ao seu próprio país em mais um pronunciamento em cadeia nacional de televisão, quando o ditador desafiou o povo venezuelano ao afirmar que ele sabe que não tem mais votos, mas que possui armas.

Logo após sua declaração, um grupo de militares, de policiais e de civis tomou um helicóptero e armas, incluindo granadas, das forças de segurança e de repressão do chavismo e voou em direção à sede do Palácio da Justiça, que foi atacado com as granadas e disparos de tiros contra o prédio. Antes disso o helicóptero sobrevoou o Palácio Miraflores, sede do governo venezuelano. O grupo rebelado tirou fotos do ataque e as enviou para próceres do chavismo, como se estivesse enviando um recado.

Após a ação, o grupo publicou um vídeo no qual aparece o oficial militar Oscar Perez, integrante do Corpo Científico, Penal e de Investigações Criminais (CICPC), além dos demais integrantes do grupo rebelado. No vídeo ele afirma que o grupo rebelado não tem alinhamento partidário, e definiu seus integrantes como sendo nacionalistas, patriotas e institucionalistas, como se pode ver no vídeo mais abaixo.

O ditador Nicolás Maduro reagiu ao ataque falando outra vez em cadeia nacional de televisão, onde afirmou que os venezuelanos estaria, sofrendo um ataque terrorista armado contra as instituições do país, e ainda condenou a violência. O pronunciamento foi obviamente um exercício de puro cinismo, pois é o próprio regime narco-comunista chefiado por Maduro que promove todo tipo de violência contra o povo desarmado, além de manter relações estreitas com grupos terrorista muçulmanos.

Aparentemente o ataque pegou de surpresa o regime de ditadura comunista de Nicolás Maduro, que prometeu retaliar ordenando que o helicóptero tomado de suas forças de segurança e repressão, cujo paradeiro ainda é desconhecido, seja abatido e seus ocupantes capturados. Ele ordenou também às suas milícias paramilitares se empenhem nessa caçada. Logo após o ataque, os prédios do Palácio da Justiça e do Palácio Presidencial de Miraflores foram fortemente protegidos.



Emma Sarpentier é venezuelana colaboradora do Crítica Nacional em Caracas.
Edição de texto de Paulo Eneas. #CriticaNacional #TrueNews


APOIE O CRÍTICA NACIONAL
CLIQUE AQUI E FAÇA SUA ASSINATURA OU DOAÇÃO


COMPARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. No Brasil , não é diferente
    necessita uma liderança , visto que não podemos esperar na acovardada e omissa FFAA .

    Mas temos a certeza de que , não chegaremos a ser uma Venezuela , para que renasce em nos o espirito de patriotismo , principalmente o da paciência esgotada .

    Então os subordinas virarão as costas as seus fantoches Generais mercenários e se juntaram aos insurgentes em uma intervenção civil

    já que não temos homens que honram suas fardas , as tradições do exercito de Caxias, abandonaremos a farda da vergonha e vestiremos o sentimento do patriotismo .

    Um só Povo , uma só Nação , um só Deus , e o nosso Deus , não será o que faz envergonhar as nações .

    Chega de aiatolás usando a fé de um povo islâmico , para promover terrorismo , somos livres , livres para escolhermos nossos destinos e nosso futuro , acima de tudo livres para servirmos a Deus .

    Parabéns , guerreiros de Deus !

    Voce agora são cinco daqui a pouco serão cinco mil e centenas de milhares
    e esse vagabundo podre de madura será sobre vossos pés e não tenham misericórdia de um discípulo do inferno , quando Deus em vossas mãos colocar a vitória .

    • Não lhe parece estranho que o edifício depois de ser alvejado com granadas, não tenha sofrido nenhum estrago?

  2. ISSO É ARMAÇÃO DO PRÓPRIO MADURO PARA GERAR UM FACTOIDE E DESVIAR A ATENÇÃO DOS REAIS PROBLEMAS DO PAÍS.
    ESSE MALDITO DITADOR NÃO DÁ PONTO SEM NÓ, BESTA É QUEM ACREDITA QUE UM GRUPINHO CONSEGUIRIA ROUBAR UM HELICÓPTERO FORTEMENTE ARMADO, FAZER UM ATAQUE ONDE NÃO HOUVE NENHUM MORTO OU FERIDO.
    FOI UMA ENCENAÇÃO MILIMETRICAMENTE PLANEJADA PELO PRÓPRIO GOVERNO!!!!

    • Também acho, ainda mais com aquele vídeo à “Estado Islâmico” com homens armados encapuzados com um policial que, coincidentemente, também é ator.

    • Esse ataque com não sei quantas granadas foi único na sua espécie porque não só não causou mortes nem feridos como também não se conhecem os danos “causados” ao edifício.

  3. O cinismo e demagogia desse ditador é repugnante! Típico de um regime totalitário: vetado a oposição, a liberdade de expressão e qualquer manifestação contrária ao regime.
    Um dos tipos de violência causada por ele é a fome e pobreza que causam a demandada de alguns cidadão para outros países da região, inclusive o Brasil. E de pensar que o foro de sp é o responsável por essa bagunça na Venezuela.
    Deus tenha compaixão de todos nós (e deles povo venezuelano).

  4. Passamos por uma ditadura moral e corrupta, onde os três patetas comem no mesmo prato sujo. Por isso a falta de atitude. Morremos todos os dias em hospitais e balas perdidas. Somos prisioneiros do medo e os três patetas com os braços cruzados.

  5. Retalhar e retaliar são dois verbos diferentes. (Que credibilidade posso dar a um site que escreve errado? Depois chamam de fake news e vocês acham ruim).

    • De fato são verbos parônimos (de significados diferentes). Mas no texto esta escrito “retaliar” que é a forma correta no contexto, no sentido de que essa ação terá uma reação. Como você pode exigir credibilidade de um erro que não ocorreu? Portanto sua crítica não tem credibilidade.

  6. Se começaram essa ação então deveriam ter ido até o final com a invasão do prédio presidencial e terem deposto Maduro e terem se tornados mártires da libertação do comunismo. Agora esses rebeldes serão caçados até o fim…

  7. pARA VOÇES, BRASILEIROS COVARDES, TUDO E FAKE, QUANDO ALGUEM RESOLVE IR CONTRA AO QUE ESTA ERRADO, POIS VOÇES NAO FAZEM NADA NO BRASIL SAO CAGOES, COVARDES, E BUNDAS MOLES, SO FALAM E CRITICAM, AJAM COMO ELES, AO MENOS ELES TENTAM, O QUE NEM ISSO VOÇES BRASILEIROS FAZEM AQUI.

COMENTÁRIO: